sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Minhas impressões - Dois irmãos - Milton Hatoum



Quando Halim conhece Zana, apaixona-se perdidamente. Declara-se através de versos escritos por um amigo, e os dois se casam. Ela é filha de um viúvo, Galib, que logo após o casamento da filha, vai morar no Líbano e morre. Muito triste com a notícia, Zana passa várias semanas sem querer dormir com Halim. Quando sai do luto, decide ter três filhos, mesmo que Halim não concorde com a ideia, achando que tendo filhos, perderia sua preciosa Zana para as crianças. Meses depois, Zana dá a luz gêmeos, Yaqub e Omar, e os temores de Halim se confirmam.
Yaqub nasce bem, saudável. Omar, o segundo a nascer, tem alguns problemas respiratórios logo nos primeiros dias, e acaba se tornando o caçulinha, o dodói da mamãe, e dali em diante, Zana parece viver e respirar somente para Omar. Ela demora a retornar sua atenção para Halim, sempre as voltas com os meninos. Ela com Omar, e Domingas, a indiazinha órfã que ela cria desde menina, e é cozinheira e empregada da casa, com Yaqub. Domingas era mais mãe de Yaqub que Zana, e o levava para passear, brincava com ele, viviam juntos por todo o lado. Alguns anos depois, Zana deu à luz Rânia.
Quando os meninos estavam no início da adolescência, ambos estavam de olho em Livia, sobrinha da vizinha Estelita. Mas Livia apesar de gostar dos dois garotos, tinha uma preferência por Yaqub. Omar viu o beijo dos dois, e num rompante de revolta cortou o rosto do irmão com uma garrafa quebrada. Isso selou o fim da amizade entre os irmãos. Algum tempo depois, Halim decide mandar os dois para o Líbano, quando a situação em Manaus fica um tanto complicada por causa da guerra. Na hora do embarque, porém, Zana não permite que Omar embarque, e Yaqub acaba indo sozinho passar um tempo com os familiares do pai.
Ele retorna cinco anos depois, ainda mais introspectivo do que era quando partiu. Encontra os pais, a irmã e Domingas saudosos, mas Omar não está em casa. Quando o caçula retorna, os dois tratam-se friamente, como dois desconhecidos. Frequentam a mesma escola, mas enquanto Yaqub se destaca pela inteligência, Omar é expulso pelas repetidas reprovações e pelo mau comportamento. Assim que tem condições, Yaqub muda-se para São Paulo, enquanto Omar continua na vida de bebidas e bagunça, sempre acolhido pela mãe. A essa altura, Domingas já é mãe de um garotinho de quatro anos, que nasceu alguns meses após o retorno de Yaqub do Líbano. O menino, que é o narrador da história (conta o que viu ainda criança, e o que Domingas e Halim lhe contaram ao longo do tempo), tem como certo que um dos gêmeos é seu pai, apesar de sua mãe não lhe dizer uma palavra sobre o assunto.
Depois de Omar aprontar mais algumas poucas e boas, Halim decide manda-lo para São Paulo, e pede a Yaqub que o oriente por lá. Yaqub, que não é bobo, não deixa que Omar viva em sua casa e sequer conheça sua esposa. Os pais mesmo só souberam do casamento por uma carta, e nem sabem o nome da nora. Mas pouco tempo depois da mudança, Omar simplesmente desaparece da pensão onde morava, deixando Yaqub sem saber o que fazer. Quando o paradeiro do caçula é descoberto, Yaqub descobre também que ele lhe passou a perna, e revoltado, vai a Manaus contar aos pais o que aconteceu. Omar acaba voltando para a casa dos pais, mas acaba fugindo do ciúmes doentio de Zana quando ele arruma uma namorada a sério. Ele e a moça somem no mundo, deixando a mãe desesperada sem notícias do seu caçula. Mais uma vez sobra para Halim, já que ela age novamente como se estivesse de luto, e não quer nem chegar perto do marido. Ele fica tão perdido que comanda uma busca pelo filho, só para voltar a ter um pouco de paz no casamento. Zana também tenta a todo custo encontrar Omar, e acima de tudo, tenta reconciliar os dois irmãos.

Não posso negar que meu interesse por esse livro surgiu quando anunciaram a série. Antes disso, nem sabia que o livro existia. Enfim, não consegui acompanhar a série, mas li o livro. Os personagens são muito marcantes, e fica fácil gostar de alguns e detestar outros. Halim só queria viver sossegado com sua Zana, mas a chegada dos gêmeos mostrou que isso não seria possível. O amor e cuidado sufocantes que ela tem para com Omar, faz de Yaqub uma criança esquecida, que depende da empregada para saber o que são amor e carinho. Domingas é quase uma criança ainda quando assume para si a responsabilidade pelo menino. As boas lembranças que ele tem da infância são ao lado dela. Difícil não detestar Omar, mimado e irresponsável, faz da vida de todos um inferno. E sua mãe só faz protegê-lo e criar mil desculpas para as coisas que ele apronta. E ela não admite vê-lo com mulher alguma, o seu caçulinha que faça o que quiser fora de casa, mas ali dentro ele é só da mamãe, e tem que ficar para sempre com ela. A filha Rânia sofreu sua quota nas mãos de Zana, que queria comandar a vida da filha. Enfim, Zana acaba pecando pelos excessos com os três filhos. Yaqub encontra seu caminho longe da família, mas bastou seu irmão passar um tempo na mesma cidade para sua tranquilidade desmoronar. Gostei muito dessa leitura, apesar de me perder um pouco em alguns momentos da narrativa, que pareceram um tanto confusos. Valeu a pena.



Nome: Dois irmãos
Autor: Milton Hatoum
Editora: Companhia das letras
Sinopse:
O enredo tem como centro a história de dois irmãos gêmeos - Yaqub e Omar - e suas relações com a mãe, o pai e a irmã. Moram na mesma casa Domingas, empregada da família, e seu filho. Esse menino - o filho da empregada - narra, trinta anos depois, os dramas que testemunhou calado. Buscando a identidade de seu pai entre os homens da casa, ele tenta reconstruir os cacos do passado, ora como testemunha, ora como quem ouviu e guardou, mudo, as histórias dos outros. Do seu canto, ele vê personagens que se entregam ao incesto, à vingança, à paixão desmesurada. O lugar da família se estende ao espaço de Manaus, o porto à margem do rio Negro: a cidade e o rio, metáforas das ruínas e da passagem do tempo, acompanham o andamento do drama familiar.
Sinpose e imagem: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=11177

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...