quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Minhas impressões – Jardim de inverno – Kristin Hannah


O livro começa com a família Whitson em sua fazenda, Belye Nochi, em 1972. Meredith e Nina, com 12 e 9 anos, estão montando uma apresentação baseada em histórias contadas pela mãe delas, Anya, para mostrar em uma reunião de família. O objetivo é gradar Anya, que é fria e distante com as meninas, apesar de muito apegada e carinhosa com o marido, Evan, só que mais uma vez elas não conseguem, e logo no início da apresentação, a mãe manda parar tudo e se recolhe ao quarto, muito perturbada, com o marido tentando confortá-la. As meninas não fazem ideia do que possa ter provocado tal reação na mãe, mas acostumadas a não ter seu carinho, desistem de tentar entende-la. Então somos levados ao ano de 2000, onde Meredith, aos 40 anos, toca os negócios da família com as maçãs na fazenda Belye Nochi, tem um casamento longo começando a desgastar-se com Jeff, seu amigo de infância, e tem duas filhas, Jillian com 19 anos e Maddy com 18, ambas na faculdade. Enquanto isso, Nina é fotojornalista na África e namora Danny, que tem uma vida tão sem paradas quanto ela. Ela volta para casa após receber a notícia do infarto do pai.
Quando toda a família está reunida em volta da cama do sr. Whitson, ele pede à esposa que conte a eles todos a história que ela contava às filhas quando eram menores, mesmo Anya protestando que não quer fazer isso no momento, mas ele faz com que ela conte, pois prometeu isso à ele. Ela conta somente o início da história e não consegue continuar. Na manhã seguinte, Evan morre, deixando as filhas com as promessas feitas no dia anterior: Meredith deve cuidar da mãe e Nina deve persistir em descobrir o que acontece no final do conto de fadas de Anya, dizendo que no final da história elas entenderão os motivos da mãe ser tão distante delas. Só que fazer com que a mãe conte não vai ser nada fácil, e Nina ainda tem que lidar com a resistência de Meredith, que acha que a história não levará a nada. Meredith está enfrentando problemas pessoais e não consegue se abrir com ninguém a respeito, lidando sozinha com tudo, a morte do pai, o distanciamento, frieza e episódios de esquecimento da mãe, o fato de Nina estar sempre longe e não contribuir com os cuidados da mãe, o trabalho no armazém e o fato de Jeff estar saindo de casa. Só que em dado momento, o conto de fadas da mãe vai se tornando real de alguma forma, fazendo com que tanto Nina quanto Meredith fiquem intrigadas e resolvam ir a fundo na história, que Anya conta em partes, um pouco a cada dia, um dia sim, outro não. Quando ao mexer nas coisas do pai elas encontram uma carta que um professor de Estudos Russos do Alasca enviou a Anya há vários anos, solicitando sua contribuição sobre a história da Rússia, elas ficam ainda mais mexidas, e deduzem que de alguma forma, Anya viveu aqueles momentos que está contando a elas, e que o “conto” nada mais é do que uma pintura da realidade. Só que enquanto Anya não chega ao final da história, elas não tem como saber aonde isso vai levar. E só Anya sabe o quanto seus medos, suas perdas e sua história poderão modificar sua história atual. As filhas resolvem levar a mãe ao Alasca, um sonho que ela nunca realizou. Tudo o que elas querem é compreender a mãe, e essa viagem acaba sendo fundamental para elas.
Quando comecei a ler o livro, não imaginei que gostaria tanto da história, porque demorou para engrenar e pegar um ritmo legal. Mas quando engrenou, não consegui mais largar o livro. No início dá até raiva da Anya, ignorando as filhas e seus esforços de fazer com que a mãe goste delas. Depois fiquei pensando porque o pai não contava ele mesmo para elas o que havia de tão errado na vida da mãe para ela agir como agia. Mas quando o conto de fadas começa a tomar formas mais reais... caramba... dá vontade de pegar Anya no colo e levar pra casa. Meredith e Nina também percebem que nada foi fácil para Anya e reveem sua opinião sobre a mãe. É emocionante!
Essa história me fez lembrar outras duas que já li, A chave de Sarah (aqui) e Um ano inesquecível (aqui).



Nome: Jardim de inverno
Autora: Kristin Hannah
Editora: Novo Conceito
Sinopse:
Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.  A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.  Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família... E mudará tudo o que elas pensam que são.
http://www.editoranovoconceito.com.br/livros/jardim-de-inverno/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...