quarta-feira, 29 de junho de 2016

Minhas impressões – Outlander 1 – A viajante do tempo – Diana Gabaldon


*** Livro enviado pela Editora Arqueiro, parceira do blog ***


Arquivo particular


Em 1945, Claire Randall e seu marido Frank, que ficaram seis anos separados durante a Segunda Guerra, tempo em que ela trabalhou como enfermeira, decidem passar um período em Inverness, na Escócia, como uma nova lua de mel, um recomeço para o casal, antes de Frank assumir um cargo de professor de história em Oxford. O casal visita um círculo de pedras, e escondidos, assistem a um ritual que acontece no local. No dia seguinte Claire resolve voltar para colher algumas flores para estudar e verificar algumas coisas a pedido de Frank. Ao chegar lá, ela é surpreendida por sons desconhecidos, e ao chegar mais perto da pedra central para verificar, é acometida por um turbilhão de sensações, e quando volta a si, descobre-se em outra época.

E bastou aterrissar no século XVIII para que um soldado a  confunda com uma prostituta, devido as suas roupas da década de 50, do século XX... Ela é salva por outro homem, que a leva a um grupo onde há um jovem ferido, James Fraser (Jamie) e ela logo se propõe a ajuda-lo. O grupo a leva até o castelo Leoch, do clã MacKenzie, onde ela acaba se tornando curandeira.
Não muito tempo depois, Dougal MacKenzie, tio de Jamie, decide levar ele e Claire em uma viagem, junto com mais alguns homens. Durante essa viagem, eles encontram o capitão Jonathan Randall, o homem que Claire sabe ser antepassado de seu marido, e para que ele não possa exigir que ela retorne à Inglaterra com ele, sendo também inglesa, ela precisa tornar-se escocesa, e a única saída é que ela se case com um escocês. Claire acha a situação um tanto bizarra, mas acaba aceitando, por não ter outra saída, e acaba por se convencer de que o casamento pode lhe proporcionar um pouco mais de liberdade para retornar ao círculo de pedra e voltar ao século XX.
Mas Claire não imaginava que se apaixonaria pelo seu novo marido, Jamie, o rapaz de quem ela cuidou dos ferimentos logo que chegou ao século XVIII, e que o retorno deles ao castelo traria tanto boas quanto más impressões. Jamie, apesar de ser considerado um fora da lei, era um solteiro cobiçado, e seu casamento com a forasteira não é visto com bons olhos pelas mocinhas solteiras do castelo. Claire continua atendendo como curandeira, e faz amizade com a esposa do procurador fiscal do distrito, que é curandeira na vila, Geillis Duncan. Essa proximidade acaba tendo um alto custo para Claire, que afinal precisa decidir se retorna a seu tempo ou se permanece com Jamie em 1745.
Jamie decide que já é hora de voltar a Lallybroch, sua propriedade, e enfrentar uma parte de seu passado. Chegando lá ele descobre que a história contada anteriormente pelo capitão Randall sobre o que aconteceu com sua irmã Jenny no dia em que ele foi raptado, não era verdadeira em vários aspectos. As coisas ficam ainda mais tensas quando Jamie é capturado pelos ingleses, e cada dia que passa fica mais difícil acreditar que é possível resgata-lo, e ele precisa enfrentar o capitão Randall novamente, e fica entre a vida e a morte.

A história é narrada por Claire, e mescla momentos tensos e de aventura com narrativas mais tranquilas e descritivas, fazendo com que as quase 800 páginas que o livro possui não se tornem cansativas, e deixem um gostinho de quero mais sobre os personagens principais. Assim que possível, quero iniciar a leitura do segundo livro da série.

*******************************************************

Nome: Outlander 1 – A viajante do tempo
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência Brasil (Arqueiro)
Sinopse:
Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro das Terras Altas, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo pelo escocês. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?
http://www.editoraarqueiro.com.br/proximos-lancamentos/outlander-a-viajante-do-tempo/

10 comentários:

  1. Pela sua resenha os livros parecem ser muito interessantes. Assisti o primeiro episódio da série e ela não me chamou tanta a atenção. Talvez eu dê uma chance para ela.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou gostando dos livros, mas ainda não consegui ver a série. Um dia vai... rsrsrs
      Beijos

      Excluir
  2. SOCORRO, eu nunca li os livros e conheci Outlander pela série, que me apaixonei DEMAIS!!!! Já vi algumas pessoas dizerem que a série é bastante fiel ao livro e pela sua resenha é fiel mesmo, muitoooo!!! Não vejo a hora de ter todos os livros em mãos pra me apaixonar ainda mais por essa história.

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a reseha, acabei de terminar esse e estou lendo o segundo, os dois são ótimos

    ResponderExcluir
  4. Janice!
    sou completamente apaixonada por livros que trazem um enredo que fala sobre viagem no tempo.
    Não li ainda nenhum dos livros da série, mas esse deve ser ótimo porque faz com que a protagonista volte no tempo e se apaixone por outro homem, deve ser uma experiência totalmente única.
    Fiquei bem curiosa por saber o que vai acontecer...
    “O Natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorize a vida.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Eu simplesmente AMO histórias que tem viagem no tempo, aliás, fico bem curiosa pra saber como a autora desenvolveu essa série de livros, ainda mais porque ela foi adaptada para a tv, deve ser realmente boa. Todos os livros já estão na minha lista de desejados há um bom tempo. Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Realmente vejo que essa viagem no tempo que acontece no livro e que deixa a narrativa flui, e como mesma disse 800 páginas passam num instante, fiquei curiosa para saber mais sobre os personagens que me pareceram bem cativantes, e a trama, tenho certeza que por ser um livro tem muito conteúdo. Amo livros com narrativa tranquila, e descrições belas.

    ResponderExcluir
  7. Mas que complicação! Como toda história de viagem no tempo... O que fazer? Viver feliz com seu novo marido e talvez destruir toda uma linha de tempo ou tentar voltar para seu tempo? Gostei, e adoro um bom livro volumoso.

    ResponderExcluir
  8. Super interessante! Gosto de livros que voltam ao passado,que fazem essa viagem no tempo. Imagino que seja um livro que nos faz entrar e viver aquela história,e viajar junto com os personagens. Adorei a resenha, quero muito ler este livro.

    ResponderExcluir
  9. Eu li os primeiros livros e me apaixonei pela história.
    É muito interessante, por mesclar um enredo fantástico com viagem no tempo com a parte histórica, trazendo uma mocinha com um gênio forte e um mocinho de tirar o fôlego.
    Juro que depois do primeiro livro a minha vontade era me mudar para a Escócia...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...