segunda-feira, 18 de abril de 2016

Minhas impressões – Jogada mortal – Harlan Coben

***** Livro enviado pela Editora Arqueiro, parceira do blog *****
Arquivo particular

 Segundo livro com Myron Bolitar e Win. O primeiro é Quebra de confiança (aqui). 
Myron representa um novo e promissor talento do tênis, Duane Richwood. Durante uma das partidas de Duane a que Myron e Win estão acompanhando das arquibancadas, ouve-se um tiro. Rapidamente a dupla chega ao local, e encontra o corpo de ninguém menos que Valerie Simpson, uma moça que teve seus tempo áureos como tenista mas depois de um colapso nervoso não jogou mais profissionalmente. Ela havia ido ao escritório de Myron poucos dias antes, e segundo Esperanza, sua assistente, ela tinha ligado outras três vezes, no dia do assassinato. 
As coisas ficam ainda mais estranhas quando a polícia começa a suspeitar de que Duane tenha algo a ver com a morte da moça. Myron e Win resolvem investigar por conta própria, e outras pessoas e situações começam a se enroscar no caso. Valerie, antes do colapso, tinha um relacionamento com Alexander Cross, que foi assassinado antes de eles assumirem o noivado, e havia Roger Quincy, que era um fã dos mais ardorosos da tenista, que a perseguia e enviava cartas e presentes, insistindo que ela saísse com ele. Quando Myron vai à casa da mãe de Valerie, o comportamento dela acaba deixando Myron com uma pulga atrás da orelha, sobre ela e o padrasto da tenista, Kenneth Van Slyke. 
Como se não bastasse toda essa confusão do assassinato de Valerie, Myron percebe que está sendo seguido por dois homens, que aparentemente estão a serviço da TruPro, uma empresa de representações de atletas que não é lá muito ética. Os pais de um jovem tenista, Eddie Crane, procuram Myron, para conversar sobre um possível agenciamento do garoto. Eddie conta a Myron que Valerie o indicou, e frisou que ele não trabalhasse com a Trupro. 
Agora Myron precisa descobrir o que está por trás de tudo isso, e principalmente, por trás da morte de Valerie e talvez até mesmo pela morte de Alexandre Cross, cujo suposto assassino continua desaparecido. O assassinato de Alexander há seis anos, o de Valerie agora, as suspeitas sobre Duane e Roger, o envolvimento da TruPro, entre outros questionamentos, deixam sempre um gostinho de quero mais o final de cada capítulo. Com o indispensável auxílio de Win e de Esperanza, Myron vai até o fim para unir as pontas soltas desse mistério. E o final é nada menos que surpreendente.
Mais uma vez, Harlan Coben conseguiu unir núcleos diferentes em ligações aparentemente improváveis, e transformar em uma história muito bem bolada, que só vai fazer sentido nas últimas páginas. Quanto  mais livros leio dele, mais quero ler!

***********************************************************

Nome: Jogada Mortal
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Sinopse:
Aos 16 anos, Valerie Simpson já era finalista do Aberto de Tênis da França. Depois de brilhar nos circuitos internacionais do esporte, de repente tudo mudou. A jovem ficou reclusa e deixou de lado as competições de alto nível.
Seis anos depois, ela está disposta a retomar a carreira e procura Myron Bolitar para ser seu agente. Para ele – que já agencia Duane Richwood, cotado para vencer seu primeiro Grand Slam –, essa é uma ótima oportunidade. Mas seus planos têm fim quando Valerie é morta e Duane se torna o principal suspeito do assassinato.
Apesar de o rapaz estar em quadra na hora do crime, algo parece não se encaixar na história que conta à polícia. Ele garante não conhecer Valerie, mas seu número de telefone estava na agenda da jovem.
Insatisfeito com o rumo das investigações policiais, Myron sai em busca da verdade. E descobre que, além de prováveis ligações que a moça fez para Duane de um telefone público, há um passado de dor e mentiras que talvez leve ao verdadeiro motivo do crime.
Agora, com a ajuda do excêntrico Windsor Horne Lockwood III e da ex-profissional de luta livre Esperanza Diaz, Myron enfrentará inimigos poderosos que tentam a todo custo impedir que a verdade venha à tona.

4 comentários:

  1. Oie...
    Harlan Coben sempre recebe inúmeros elogios, porém, até hoje não li nada dele :(
    Espero ler sua resenha para saber um pouco mais da obra.
    Bjos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Experimenta, depois que li o primeiro, me apaixonei!!!

      Excluir
  2. Eu sou uma viciada em Harlan, apesar de que faz algum tempo que não leio nada dele.
    Acho que esse foi o primeiro livro que li dele, mas nem me lembrava da história, muito boa.

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...