terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Coisas que eu li – Leituras de Janeiro/2016






Janeiro foi um mês bastante produtivo, foram 11 livros finalizados.


- Comecei o ano terminando a leitura de A viagem do tigre, 3º livro da Saga do Tigre, da Colleen Houck (Editora Arqueiro). Gostei muito da história e da forma como a autora escreve.

- A leitura seguinte foi Esperando por Doggo, do Mark B. Mills (Editora Novo Conceito). A história é bem bacana, mas na minha opinião, poderia se tornar em duas ou três histórias distintas, de tantas coisas com que o protagonista tem que lidar ao mesmo tempo.

- Depois eu li As violetas de março, da Sarah Jio (Editora Novo Conceito). Me surpreendi com essa história, não imaginava que fosse tão bonita.

- Na sequencia chegaram os livros de dezembro da parceria com a Editora Arqueiro, e eu mergulhei de cabeça em Quebra de confiança, do Harlan Coben. Eu sou suspeita para falar, porque gosto demais dos livros do Harlan, e esse é o livro do primeiro caso do Myron Bolitar. Muito bom!

- Antes de ler o outro livro da parceria, que também é do Harlan, li Obsidiana, da Jennifer L. Armentrout (Editora Valentina). É o primeiro livro da Saga Lux, e confesso que fiquei curiosa para saber como termina essa história. Dá para lembrar um pouco da Saga Crepúsculo lendo esse livro, mas cada um no seu quadrado, cada um com a sua temática. Gostei!

- Feliz da vida, comecei a ler Cilada, do Harlan Coben (parceria com a Editora Arqueiro). Eu arrisco dizer que foi o melhor livro do Harlan que li até hoje, e olha que todos os outros foram ótimos também. O autor é conhecido por seus desfechos surpreendentes, e essa história foi a que me deixou mais surpresa, porque a cada página uma solução era apresentada e na próxima já era descartada, para surgir outra solução mais mirabolante ainda.

- Em seguida, li O destino do tigre, da Colleen Houck (Editora Arqueiro), livro que finaliza a Saga do tigre. Impossível não se apaixonar por Ren, Kishan e Kelsey!!!

- Li também A sorte do agora, do Matthew Quick (Editora Intrínseca). É o primeiro livro que leio desse autor, e achei a proposta bem diferente, porque o livro é todo escrito em formato de cartas, e lemos como se fossemos nós o destinatário delas.

- Aí chegaram os livros de janeiro da parceria com a Editora Arqueiro, e num piscar de olhos eu li O que há de estranho em mim, da Gayle Forman. Foi uma leitura rápida e bem bacana.

- Ainda da parceria com a Arqueiro, li Enquanto Bela dormia, da Elizabeth Blackwell, e fui surpreendida pela versão do conto de fadas contada pelos olhos da dama de companhia da rainha e da princesa. Uma história bonita, triste e encantadora ao mesmo tempo.

- Li também o brasileiro O sorriso da hiena, do Gustavo Avila (publicação independente). Conheci esse livro através do blog Nuvem Literária, e a história me interessou bastante. Vale a pena conferir!


As resenhas dos livros da parceria com a Editora Arqueiro já estão publicadas, as demais serão postadas em breve.

2 comentários:

  1. Enquanto seu jmês foi produtivo o meu foi totalmente improdutivo. Não li nenhum livro. Aproveitando essa calmaria para colocar minhas séries em dia. O problema é que acabei começando a assistir muitas outras.
    Sempre olhei para As violetas de março e nunca me arrisquei. Agora que vi uma resenha positiva acho que vou tentar.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que li As violetas de março, já estou querendo ler outros da Sarah Jio!

      Excluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...