quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Minhas impressões – Ligeiramente escandalosos – Mary Balogh

***Livro enviado pela Editora Arqueiro, parceira do blog***

Arquivo particular

Terceiro livro da série Bedwyns, foi precedido por Ligeiramente casados (aqui) e Ligeiramente maliciosos (aqui). Nos dois primeiros livros, tivemos alguns vislumbres da personalidade de Freyja Bedwin, e agora chegou a vez dela ter alguns momento de sua vida devidamente escritos para os leitores de Mary Balogh.


Freyja Bedwyn e Joshua Moore, marquês de Hallmere, se conhecem em uma situação inusitada em um quarto de estalagem, estando ambos a caminho de Bath, onde Freyja ficaria na casa de uma amiga, e Joshua visitaria a casa da avó, depois de cinco anos sem vê-la. Já nesse primeiro encontro, Freyja fica com a impressão de que ele é um aproveitador, um canalha que não pode ver uma dama sem querer colocar as mãos nela, e esse ponto de vista fica um pouco mais evidente quando ela se depara com ele aparentemente agarrando uma criada em um parque, já em Bath, em outro encontro inusitado. Vale dizer que eles desconheciam a identidade um do outro, e somente em um terceiro encontro ela descobre que ele é um marquês, e que ela entendeu ambas as situações anteriores de forma equivocada, e ele descobre que ela é irmão do duque de Bewcastle. Feitas as devidas apresentações, eles ainda se encontram pela sociedade de Bath e conversam algumas vezes, deixando surgir uma divertida amizade.
Quando a tia de Joshua, a marquesa de Hallmere, chega à Bath com a filha mais velha Constance, Joshua não fica muito satisfeito, ainda mais ao descobrir que a tia estaria disposta a tudo para casa-lo com a prima. Acontece que Joshua herdou o título de marquês do tio, após o falecimento deste, pois o primo de Joshua, Albert, que seria o herdeiro, morreu alguns anos antes do pai, e a única forma da marquesa garantir algum poder sobre as suas antigas posses seria casando Constance com Joshua. A marquesa nunca gostou de Joshua, mas Constance e suas irmãs sempre foram amáveis com o primo, e ele com elas. Constance alerta Joshua sobre as intenções da mãe, com as quais ela não concorda, e ele propõe à Freyja que finja ser sua noiva por alguns dias, para estragar os planos da tia. Ela acaba aceitando, pois acredita que será divertido frustrar a marquesa, que já havia lhe dito uma série de bobagens a respeito dos sentimentos entre Joshua e Constance e sobre a aparência e idade da própria Freyja. No impulso, eles anunciam o noivado, só que o que era para ser uma brincadeira de um ou dois dias, começa a se estender por mais tempo, pois a tia de Joshua resolve permanecer na cidade, e na sequencia o duque de Bewcastle fica sabendo do noivado e vai à Bath conhecer o futuro cunhado e exigir sua presença em Lindsey Hall, para apresenta-lo como noivo de Freyja à sociedade de lá adequadamente. Joshua e Freyja estão doidos para desfazerem o noivado de mentira e seguirem com suas vidas, mas as circunstâncias vão unindo-os cada vez mais, e a atração que começam a sentir um pelo outro começa a ficar cada dia mais irresistível, embora nenhum deles tenha a intenção de seguir com o noivado.
Gostei muito da história, é um romance divertido, com algumas intrigas bem interessantes e até um certo mistério sobre as circunstâncias da morte do primo de Joshua.
Sobre os personagens, posso dizer que adorei o jeito destemido de Freyja, que nos livros anteriores aparentava ser arrogante e fria, mas agora, conhecendo os motivos dela e conhecendo-a melhor, vejo uma mulher que diante de uma decepção amorosa resolveu ser forte, livre e independente, doa a quem doer. Além de contrariar muitas das regras sociais impostas pela época, ela também contraria muitas das vontades do irmão mais velho, o duque de Bewcastle. Joshua parece mesmo ser um canalha no começo da história, mas aos poucos, junto com Freyja, vamos conhecendo-o melhor, e descobrindo o que se esconde por trás do jeito divertido e inconsequente dele. A marquesa é uma vilã típica, procura cercar Joshua de todos os lados para impedir que ele assuma de fato sua posição de marquês em Penhallow e a deixe de fora do comando de tudo, somente com o posto de viúva do falecido marquês.
Vou aguardar ansiosa o próximo livro da série!

**************************************

Nome: Ligeiramente escandalosos
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Sinopse:
Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor. Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata. Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam. Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.
http://www.editoraarqueiro.com.br/lancamentos/ligeiramente-escandalosos/

5 comentários:

  1. Janice, a série Os Bedwyns conseguiu me envolver de uma forma surpreendente, pela inovação e originalidade da escrita da Mary Balogh, a mesma que nos propões os clichês de época, mas que não deixa de mostrar-nos reviravoltas nas suas histórias. Ligeiramente Escandalosos não podia deixar de me envolver, fico feliz que tenha sido sua história preferida. Quero lê-los, em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho os personagens dela ousados para a época, mas de qualquer forma eles se encaixam bem no enredo, não fica nada clichê e não são previsíveis. Adoro!

      Excluir
  2. Eu quero muito ler a série Bedwyns, como adoro romance de época, acredito que gostarei muito da história, e lendo sua resenha fiquei ansiosa para ler a série, desde que vi esse livro entre os lançamentos fiquei interessada após ler a sinopse vi que precisava ler o livro.
    Sua resenha está muito boa e pretendo começar a ler a série em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O bom é que mesmo sendo uma série, os livros podem ser lidos fora de ordem. Eu comecei pelo segundo livro, Ligeiramente maliciosos, e depois fui lero o Ligeiramente casados. São uma delícia mesmo!

      Excluir
  3. Esses romances de época têm me cativado. Os maliciosos parecem os melhores. Ansiosa pra ler esse série.

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...