sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Meus textos - Pessoa estranha

Eu sou uma pessoa estranha. Tem dias que nem eu mesma me entendo, então não posso exigir que outra pessoa decifre minha mente desprovida de lógica. Uma coisa é certa, e disso ninguém duvida: meu lar é meu porto seguro. Sozinha ou (muito bem) acompanhada dos meus amores, é aqui que quero estar, onde quer que eu esteja. Amo estar com eles fazendo nada além de curtir a companhia... amo estar sozinha (de fato, ou apenas a única pessoa acordada na casa) lendo um livro, ouvindo uma música baixinho... Tem outros dias em que preciso sair... e para isso necessito companhia. Não gosto de sair sozinha, me sinto esquisita, sei lá. Se tiver que dirigir então, melhor ter alguém do lado... se não der, ligo uma música e canto. Daí é melhor estar sozinha mesmo, porque a minha desafinação, só eu mesma para acompanhar... Tem dias que prefiro o silêncio, e nesses dias parece que qualquer barulho fica insuportavelmente alto. Bom, pessoa estranha... é assim que a vida é. Não dá para ter tudo ao mesmo tempo, então seja estranha, mas seja você.

http://www.ligiafascioni.com.br/2009/02/qual-e-a-duvida/

2 comentários:

  1. Eu sou muito estranha. Amo estar sozinha. Gosto de companhia, mas tem dia que tudo o que mais quero e sentar no sofá e ficar assistindo meus seriados favoritos.
    Amo cantar no carro, fico me sentindo no reality show, kkk.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que não sou a única! Por isso que a gente se dá bem... hehehehe
      Beijos

      Excluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...