sexta-feira, 22 de maio de 2015

... e das férias da adolescência também!

Ontem estava saudosa das férias da infância, e comecei a lembrar das viradas de ano na casa do meu tio, em Enseada/SC. São lembranças da família da minha mãe, quando quase todos os tios e primos (e não somos poucos!) se reuniam na casa do tio Jorge para a virada de ano. Nessa época eu já era adolescente, e fui a todos (acho que faltei a um só nesse período) esses encontros familiares anuais até casar e ficar grávida, o que abrangeu por volta de uns 12 finais de ano, sendo que apenas dois foram em outro local, mas com a mesma galera.
Infelizmente algumas pessoas nos deixaram logo nos primeiros anos de encontros: meu tio Zezinho e meu avô Jacob deixaram muita saudade...
Era sempre uma festa, e todo mundo dormia onde dava: tinha gente nos quartos, na sala, na cozinha, na garagem... Valia a pena, porque assim todo mundo se encontrava! Como a família da minha mãe é grande e não moram todos na mesma cidade, era uma forma de reunir a turma.
Hoje em dia é mais difícil ainda reunir todos, porque os primos foram casando, tiveram filhos... Fico imaginando como seria reunir todo mundo hoje, acho que ia encher umas duas casas!
Meus pais continuam indo todo ano, mas eu e minha irmã, agora casadas e cada uma com a sua pequena, acabamos não indo mais.
Os primeiros encontros foram devidamente registrados em vídeo, e o primeiro deles, ainda com  meu tio e meu avô presentes, tem uma trilha sonora que vem do carro do tio Zezinho, e essa é uma das músicas que toca ao fundo. Quando escuto, me lembro com carinho desses finais de ano...
https://www.youtube.com/watch?v=DeEVilSwuGc

2 comentários:

  1. Eu também sinto falta de me encontrar com a galera da infância/adolescência. Minha família não é tão grande, por isso quero ter uma bem grandona ;)

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...