quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Minhas impressões – Minha irmã mora numa prateleira – Annabel Pitcher

Lidar com a perda de um ente querido não é fácil. De um filho então, deve ser muito pior. Neste livro vemos como a perda de uma filha afetou e desintegrou uma família. Pai, mãe, irmãos, todos afetados de maneira diferente pela dor e pela saudade. A narração é feita por Jamie, que atualmente tem 10 anos. Quando sua irmã Rose morreu, ele tinha 5. Tem pouquíssimas lembranças dela, e sente-se indiferente a essa perda. Por outro lado, sofre com a desintegração da família e com o excesso de zelo que o pai tem com a urna dourada que contém as cinzas de Rose. A irmã gêmea de Rose, Jasmine (Jas), tem 15 anos, sente falta da irmã, sofre com sua ausência, mas também se incomoda com a presença da urna em casa. Jas é a pessoa que mais cuida de Jamie, depois que a mãe saiu de casa, após 5 anos da morte da filha, e o pai começou a beber mais do que devia. Eles tem um ao outro, para o que der e vier, e se viram praticamente sozinhos durante um bom tempo.
O pai acredita que todos os muçulmanos são culpados pela morte da filha, que morreu em um ataque terrorista, e acaba deixando Jamie receoso quando chega a escola e tem que sentar-se na carteira ao lado de Sunya, a única muçulmana da escola. Mas ela tem um jeito cativante, e como os dois são provocados pelos alunos mais populares da classe, sentem-se excluídos e acabam ficando amigos, apesar de Jamie ter consciência que essa amizade desagradaria ao pai, caso a descubra.
A forma como Jamie e o pai se “reencontram” como pai e filho, é através de outra perda, desta vez mais significativa e dolorosa para Jamie, que acaba percebendo e entendendo a extensão da dor do pai pela perda de Rose.



 http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/4895708

Nome: Minha irmã mora numa prateleira
Autora: Annabel Pitcher
Editora: Rocco
Sinopse
Jamie Matthews tem 10 anos de idade e uma família desintegrada por uma tragédia: aos cinco, sua irmã gêmea foi morta num ataque terrorista em Londres. De lá pra cá, sua mãe saiu de casa, seu pai bebe cada vez mais, sua irmã mais velha se transformou numa típica adolescente rebelde. Em meio ao luto e ao clima de ódio e ressentimento que Jamie sequer entende muito bem, ele encontra numa amiga de origem islâmica a companhia e o afeto de que precisa.
 http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/4895708

2 comentários:

  1. Nossa, parece muito triste. Uma dor sempre devasta a família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, dá dó do menino, porque acaba ficando negligenciado no meio de toda essa dor. Se não fosse a irmã e a amiguinha da escola, não teria ninguém por ele.

      Excluir

Deixe seu comentário!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...